Você está aqui: Página Inicial / 54

Resumo da Quinta Reunião Ordinária do Primeiro Período da Segunda Sessão Legislativa

Aos doze dias do mês de março de dois mil e dezoito (2018), nesta cidade de Ibiá, Estado de Minas Gerais, às dezenove horas, no Plenário “Dr. Luiz de Souza Coelho” da Câmara Municipal, ocorreu a Quinta Reunião Ordinária do Primeiro Período da Segunda Sessão Legislativa.

O Presidente da Casa cumprimentou os nobres vereadores e o público presentes. O secretário realizou a chamada, ocasião em que responderam presente os Edis: Adailson Gabriel Gonçalves, Adriano Eduardo Fontes, Allan Correia de Souza, Edson Diniz Ferreira, Walter Múcio Costa, Marli Bernardes de Souza, Rondomar dos Reis, Rodrigo Álvaro Reis, Paulo José da Silva Filho, Marcos José Barbosa com ausência justificada do vereador Renato José da Silva.

A Reunião foi iniciada com a Oração do Pai Nosso. No Pequeno Expediente, a vereadora Marli Bernardes de Souza pediu dispensa da leitura da Ata da reunião anterior que foi aprovada por sete votos a favor e um contra. Passou-se à assinatura da ata. O Secretário procedeu à leitura do Projeto de lei Nº 06/2018 que “Altera o artigo 3º da Lei nº 1.684, de 08 de julho de 2002 e dá outras providências”, de autoria do Executivo Municipal; e das correspondências recebidas.

Passado para o Grande Expediente, o Presidente da Casa convidou o Sr. Heber Santanna, Secretário Municipal de Agricultura de Ibiá, para fazer uso da tribuna conforme convocação desta Casa, esclarecendo algumas dúvidas dos nobres vereadores sobre assuntos ligados à sua pasta. O Secretário de Agricultura agradeceu pela oportunidade, disse ser sempre uma grande honra estar presente e poder participar das reuniões dessa Casa, e se colocou à disposição dos Edis para os esclarecimentos necessários.

O vereador Rondomar perguntou ao Secretário sobre a quantidade de máquinas que atualmente o Município dispõe para atendimento das estradas rurais. O Secretário informou que atualmente são duas pás carregadeiras, duas patrolas e dois caminhões. Explicou ainda que é uma quantidade muito pequena tendo em vista que a Zona Rural do Município de Ibiá possui 15.000 (quinze mil) quilômetros de estradas rurais. O Vereador Rondomar reconheceu que o número de máquinas realmente é muito pequeno, mas sugeriu ao Secretário, que junto à Prefeita, buscasse outras formas de resolver o problema das estradas rurais tendo em vista que as mesmas se encontram praticamente intransitáveis, que talvez como forma de auxiliar os trabalhos, fosse contratada uma empresa terceirizada para agilizar os trabalhos. Mencionou o caso da Região do Assentamento que, segundo o vereador, as máquinas estiveram na região por mais ou menos quinze dias, que não fizeram quase nada do que era preciso, que a situação por lá continua péssima com os alunos sem ir às aulas, pois as vans não conseguem transitar no local, produtor perdendo leite, etc.

Segundo o Secretário, em conversa com o Sr. Luiz Antônio da Silva, Chefe do Setor de Máquinas da Prefeitura, foi informado que não deu pra “laminar” tudo como todo mundo desejava, mas que cerca de sessenta por cento dos trabalhos que precisavam ser feitos naquela região foram concluídos. O vereador Rondomar contestou dizendo que no máximo foram concluídos uns vinte por cento. Pediu ao Secretário que interceda junto ao Executivo e ao Setor Responsável para que retornem ao Assentamento e concluam as reformas necessárias nas estradas, posto que continuam em péssimo estado. O Secretário esclareceu que o fato do Município possuir uma vasta extensão de estradas rurais e poucas máquinas, e levando-se em consideração o alto índice de chuvas que vem ocorrendo na região, realmente contribuiu para que a situação das estradas chegasse ao estado que se encontra. Porém, o Executivo não está de braços cruzados. O que ocorre muita das vezes também é que as máquinas às vezes estão em uma determinada região, daí ocorrem casos que são mais urgentes, citou como exemplo, um caminhão carregado de soja que havia atolado em um buraco em uma estrada vicinal e que então as máquinas tiveram que largar todo serviço pra dar apoio e conseguir solucionar aquela situação o mais rápido possível. Esclareceu que tem dado prioridade à recuperação das estradas vicinais principais. Mencionou que o período de alto índice de chuvas não vem ajudando, pois logo que se recupera uma estrada vem a chuva e estraga tudo de novo.

O vereador Adailson mencionou que a situação das estradas rurais em geral está muito ruim. Que, às vezes, torna-se chato pois os vereadores ficam toda reunião reclamando de uma coisa só, mas é porque a situação está insustentável. As máquinas não estão conseguindo chegar onde é necessário. Quem sofre com isso são os produtores que pagam caros impostos para que pelo menos tenham estradas em condições mínimas para escoarem sua produção, o que não estão tendo. Em sua opinião, o vereador acha que por ser ligado à Zona Rural, as pessoas o procuram bastante e tem sido só para reclamar da mesma coisa, da situação das estradas que estão intransitáveis, acabadas. Disse que o povo liga pra ele e xinga, achando que o vereador tem culpa. Salientou que se não houver mais investimento da Prefeitura na área rural a situação vai virar uma calamidade.

O Vereador Marcos sugeriu que seja feito o trabalho em um local de cada vez até terminar, que somente após o término daquela região as máquinas se desloquem para outro local, senão realmente a situação acaba ficando mais complicada. O vereador perguntou ao Secretário se o Executivo Municipal solicitou ajuda com disponibilização de mais máquinas à AMPLA. Explicou que a AMPLA dispõe deste tipo de serviço para amparo aos municípios filiados, que é o caso de Ibiá, pois foi aprovado por esta Casa Projeto de Lei específico para firmar convênio com aquela Instituição. O Secretário disse que não sabe informar sobre o questionamento.

O vereador Rodrigo solicitou empenho do Executivo para recuperação das estradas da Região de Argenita, em especial a principal, perguntando ao Secretário se há alguma previsão para as obras daquela estrada e também das estradas da região do Retiro do Meio. Segundo o vereador, a última reforma feita na estrada principal de acesso ao Distrito de Argenita foi feita a aproximadamente uns três anos atrás, através de uma verba disponibilizada através do Deputado Aracely de Paula. Depois disso, nada mais foi feito no local. O Secretário informou que já foram recuperadas algumas estradas da região de Argenita, mas que realmente a estrada principal que dá acesso ao Distrito necessita de recuperação, que o grande problema são as “pontas de pedras”, que serão necessários muitos caminhões de cascalho, que não sabe precisar sobre data para os serviços iniciarem naquele local.

O vereador Adailson perguntou ao Secretário de Agricultura se existe alguma previsão para o retorno da doação de calcário aos pequenos produtores rurais. O Secretário informou que não.

O vereador Edson parabenizou o Secretário pelos serviços prestados frente à Secretaria de Agricultura, disse que a situação das estradas rurais realmente não está fácil, mas que confia que será solucionada em tempo. O vereador ainda sugeriu que fosse feita uma moção de aplausos aos produtores rurais que ajudam na recuperação das estradas rurais, contribuindo com maquinários, combustível, etc.

O Presidente agradeceu a presença do Secretário de Agricultura, e deu prosseguimento à reunião. O Presidente deixou a palavra aberta aos nobres vereadores dessa Casa conforme disposto no artigo 37 do Regimento Interno da Câmara Municipal.

O Vereador Dr. Walter Múcio Costa apresentou os Pedidos de Providências Nº 21/2018 ao 23/2018, defendendo a importância no atendimento de cada um de seus pedidos de providências, solicitando empenho do Executivo Municipal no atendimento dos mesmos.

O vereador Marcos mencionou sobre o problema do Velório Municipal, cobrando soluções junto ao Executivo Municipal. O vereador Marcos mencionou ainda sobre a disponibilização, pelo Deputado Diego Andrade, do valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil) reais para a área de Saúde, sugerindo que tal valor seja utilizado na compra de um novo aparelho de raio-X para atendimento dos pacientes da Santa Casa, pois o que existe no hospital está muito antigo e ruim. O vereador também agradeceu ao mesmo Deputado, Diego Andrade, pela liberação de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil) reais para a reforma da quadra do São Benedito, o vereador pediu à Secretária de Imprensa da Prefeitura, Sra. Zenóbia, que se fazia presente na reunião, para que solicitasse à Prefeita para agilizar as obras na Praça do bairro São Benedito, com a construção de mais banheiros, antes da Festa de São Benedito e Nossa Senhora do Rosário, posto que os visitantes ficam tendo que pagar para tomar banho e usar os banheiros dos moradores das ruas.

A vereadora Marli agradeceu ao Deputado Diego Andrade pela disponibilização do valor de R$ 200.000,00 que será usado na compra de uma aparelho de raio-X para o hospital. A vereadora parabenizou ao Secretário de Agricultura ali presente, disse que realmente a situação das estradas rurais sempre foi um problema, que não ocorre só neste mandato, que este ano realmente tem chovido muito, mas que confia e espera que tal situação seja regularizada.

O vereador Allan solicitou que fosse encaminhado ofício ao Executivo Municipal para que o mesmo procedesse à retirada do semáforo existente na praça da matriz e colocasse “mão única” na Rua Dr. Ivo Mendes (antiga Rua 08) no sentido Vita Center/Igreja Matriz para que o fluxo de veículos de carga pesada tivesse desvio obrigatório descendo na esquina da clínica Vita Center, sendo impedido o trânsito na rua oito a partir da clínica até a Igreja Matriz.

O vereador Paulo agradeceu a presença do Secretário de Agricultura, e também os seus esclarecimentos aos vereadores dessa Casa. Disse que em conversa com o Luiz, encarregado das máquinas, foi informado que estão sendo feitos trabalhos em regiões da zona rural que a quase oito anos não eram realizados. Que acredita que a situação será regularizada em breve. Lembrou que quando a atual Gestão pegou a Prefeitura, as máquinas estavam todas quebradas, numa situação muito difícil. Com relação à sugestão dada pelo vereador Marcos, sobre buscar apoio junto à AMPLA, o vereador informou que o Executivo tem isso em mente para um caso de urgência maior. Que em reunião, com o pessoal da AMPLA, onde inclusive este vereador esteve presente, eles disponibilizam as máquinas e fazem uma região até acabar, e na atual situação do nosso município isso não é possível, pois se você for pegar uma região de cada vez irá demandar uma tempo mais ou menos de trinta a quarenta dias, sendo assim ficou definido que o Município iria socorrendo no que fosse mais urgente até acabar o período de colheita e que após seriam traçados novos planos de trabalho.

O Presidente leu mensagem em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres, parabenizando todas as mulheres pelo seu dia. Informou que estava retirando de pauta o Projeto de lei nº 06/2018 para melhor análise junto ao Jurídico dessa Casa.

Não havendo mais nada a ser tratado, o Presidente deu por encerrada a reunião.

Confira em: https://youtu.be/ba8U7mhu86Y

***

 

Acesso à Informação

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Pesquisa de Opinião

Gostou do novo site?

Sim, gostei
Não gostei
Pode melhorar
spinner
Total de votos: 629
Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo